O País de Caça-Rato

Por Xico Sá. Amigo torcedor, amigo secador, no país de Caça-Rato, símbolo da sobrevivência e herói do time do Santa Cruz, tudo é diferente da fantasia e da modernidade que tentam nos vender a cada instante, a cada clique, a cada moda. No país de Caça-Rato, o menino Paulo Henrique, 9, nada de braçada no esgoto do canal do Arruda, como na foto de Diego Nigro (JC Imagem), que assombrou o mundo esta semana.

No país de Caça-Rato, alguns, como o próprio jogador, escapam graças ao futebol, ao funk, ao rap, ao pagode. Muitos outros ficam no caminho, caça-ratinhos fadados ao limbo dos refugos humanos ou às balas nada perdidas da polícia –quase sempre morte matada antes dos 30.

No país de Caça-Rato, vale o libelo da música de Chico Science, no rastro das imagens do médico e escritor Josué de Castro (1908-73): o homem-caranguejo saiu do mangue e virou gabiru.

No país de Caça-Rato, as vidas são desperdiçadas, velho Bauman, muito mais do que nos exemplos do teu livro sobre o tema. No país de Caça-Rato só há o barulho dos roedores em sinfonia (wagneriana) com a denúncia permanente das tripas.

Neste país, não se diz estou abaixo da linha da pobreza ou qualquer outra frieza estatística, neste país se diz simplesmente “tô no rato”, o mesmo que estar lascado como um maxixe em cruz. O mesmo que estar na pele daquele roedor da fábula de Kafka, o bicho que vê o mundo cada vez mais estreito, sem saída à esquerda e muito menos à direita, restando apenas recorrer à orientação de um gato para não cair na ratoeira. O gato o orienta, civilizadamente, mas o abocanha na sequência.

No país de Caça-Rato, tudo é mesmo diferente. Estádio não é arena, não se sabe quem governa, e o Santa Cruz é muito mais que a seleção Brasileira. É a pátria dos pés-descalços, ouviram do canal do Arruda às margens fétidas e baldeadas.

O dialeto que se fala neste país não entra no Aurélio, mas sim no Liêdo, um sábio recifense, autor, entre outras joias, de “O Povo, o Sexo, a Miséria ou o Homem é Sacana”.

A alta gastronomia no país de Caça-Rato tem o aruá, o sururu –já bem escasso e artigo de luxo–, o mingau de cachorro e o caroço de jaca assado na brasa. O rei do camarote neste país sem fronteiras é conhecido como cafuçu, o avesso do playboy, mas uma criatura que capricha no estilo dentro das suas posses. O jogador do Santa Cruz que dá nome a este país é o príncipe dos cafuçus.

No reino de Caça-Rato, o menino que nada no esgoto no canal do Arruda é apenas uma foto que assombra a classe média. Não se fala outra coisa no país de Caça-Rato: que gente mais besta e limpinha, por que tanto barulho sobre uma cena tão repetida diariamente? O país de Caça-Rato sabe que daqui a pouco ninguém mais se lembra. O país de Caça-Rato funciona à prova de padrão Fifa.

Texto publicado na Folha de S.Paulo

Link:http://www1.folha.uol.com.br/colunas/xicosa/2013/11/1368976-o-pais-de-caca-rato.shtml

 

Autor: blogdosantinha

Compartilhe esta publicação

43 Comentários

  1. No país de Caça Rato o futebol é feito de uma matéria prima que nos forjou brasileiros, de um jeito ou de outro, e que a cada dia fica mais exposto aos Cristianos Ronaldos da vida…

    Ei, presta atenção!

    Publicar uma Resposta
  2. Tinha visto no ESPN.

    Muito f.o.d.a o texto. Xico Sá é muito bom nas palavras.

    O leio há anos. Ele, com seu sotaque nordestinês, foi criticado, sofreu resistência (imagino o por quê), mas venceu. Ganhou muitos adeptos do estado que fala “Ô pára mêu”.

    Agora uma q ele escreveu e q não é novidade alguma:

    O SANTA CRUZ É SIM MAIOR E MUITO MAIS IMPORTANTE QUE POR… DE SELEÇÃO BRASILEIRA. ISSO EU JÁ SABIA!!!!

    SaudaSanta.

    Publicar uma Resposta
  3. CRÔNICA DE MAURO CEZAR DA ESPN , SOBRE O ELEFANTE BRANCO DE DUDU, E O ARRUDÃO QUE DEVERIA SER O ESTÁDIO DA COPA:

    Efeitos da Copa: para sobreviver, menino mergulha no lixo ao lado do estádio que poderia salvá-lo
    Capa da “Folha de S. Paulo” de 5 de novembro de 2013. O maior destaque é a foto de Diego Nigro, na qual um menino aparece mergulhado no canal do Arruda, no Recife, em busca de latinhas para reciclagem que, acrescenta o jornal, rendem até R$ 10 após um dia submerso na água imunda.
    A primeira página da Folha de S. Paulo de 5 de outubro de 2013: destaque para a foto no Recife
    A primeira página da Folha de S. Paulo: destaque para a foto feita no Recife
    Paulo Henrique, 9 anos, mergulhado nos detritos: imagem duríssima a menos de um ano da Copa do Mundo
    O canal do Arruda é, na prática, um valão vizinho ao estádio do Santa Cruz. Região pobre, cercada por casas humildes, por barracos, e que poderia ser revitalizada para que ali tivéssemos um local digno. E a Copa do Mundo seria o agente responsável pela transformação das vidas dessas pessoas. Seria…
    O Arruda é um estádio particular, inaugurado em 1972. Em 2009, quando foi anunciada a construção da “Arena Pernambuco”, a cerca de 16 quilômetros da capital pernambucana, a região “pedia” socorro. Com o clube em má situação financeira, já envolvido em rebaixamentos, a solução deveria ser outra.
    Post publicado neste blog em 8 de junho de 2009 — clique aqui e leia —, quando o blogueiro lá esteve acompanhando a seleção brasileira que lá enfrentou o Paraguai, defendia o Arruda como palco pernambucano da Copa. A sugestão era que o clube cedesse suas instalações a parceiros que investiriam ali. Como fez o Palmeiras.
    O estádio do Arruda e seu entorno, com casas, barracos e o canal: revitalização seria o melhor
    O estádio do Arruda e seu entorno, com casas, barracos e o canal: revitalização faria bem à capital pernambucana
    Claro, tal operação não seria simples, mas nem tentaram. Partiram direto para a construção de um estádio no meio do nada.
    O dinheiro enterrado na “Arena” de São Lourenço da Mata poderia revitalizar o entorno do Arruda. Seria fantástico ver o futebol como agente transformador daquela pobre região Nada disso aconteceu. O estádio da Copa do Mundo já está funcionando. E ao lado do Arruda o menino mergulha na água fétida em busca da sobrevivência. Que gol contra! E ainda há gente preocupada em usar o Mundial de futebol para mostrar ao mundo uma imagem positiva do Brasil.

    Publicar uma Resposta
  4. Essa impressa da coisa e uma graça nosso melhor momento
    Ficam soltando seu veneno para desestabilizar nosso ambiente
    Quando não e salários atrasados vem com essa do arruda
    Ser vendido, pois no fundo eles tao morrendo de inveja
    Pois somos o atual tricampeão conseguimos o acesso a serie b
    E eles corre sérios riscos de não se classificar sem esquecer
    A barby dando vejame na serie a mais tem aquele ditado
    Quem rir por ultimo rir melhor

    Publicar uma Resposta
  5. Meu marido e garçom do restaurante camarada de boa viagem
    Ele atendeu a mesa de dado Cavalcante e dos diretores do
    Paraná ai meu marido falou todo mundo torcendo por voce eu e
    Mais 5 milhões de tricolores ai ele deu uma risada valeu
    Vamos ganha sim respondeu dado Cavalcante

    Publicar uma Resposta
  6. Dou lapada no Sport, na Globo e em Dudu Malvadeza, quem tem coragem de peitar a Maior do Nordeste. Eu não quero jogar na arena e pronto! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    chupa que de uva

    Publicar uma Resposta
  7. Nem parece que domingo, tem decisão para ir à uma final, pois, ninguém fala sobre o jogo, acabou a empolgação? Se a torcida está assim, imagina os jogadores!

    Domingo tem jogoooooooooooooooooooooooo, acorda torcida!!!!!

    Obs.: (Antigo TRICOLOR EM LONDRINA)

    Publicar uma Resposta
  8. Não tem jeito, meus comentários continuam retidos!!!!!

    Publicar uma Resposta
  9. O Jurídico do Santa Cruz deu um importante passo para que o Arruda, definitivamente, não entre em leilão. O site leiloesjudiciais.com.br apontava a venda do estádio em 20 de novembro deste ano como forma de pagamento de parte de dívidas. Os corais, no entanto, conseguiram suspender a decisão na tarde desta quinta-feira, como havia previsto o advogado e conselheiro coral Alírio Moraes, encarregado de cuidar das questões tributárias do Mais Querido. Com uma medida cautelar, o clube adiou por tempo indeterminado o processo movido pela Fazenda Nacional, através do Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social – Iapas. A decisão foi proferida pelo Ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    Decisão foi proferida na tarde desta quinta, conforme movimentação processual do STJ (Reprodução)
    Decisão foi proferida na tarde desta quinta, conforme movimentação processual do STJ

    Outro argumento usado pelo Tricolor na esfera jurídica para conseguir a suspensão indica que o estádio é “impenhorável”. Isso porque foi de uma doação de terreno feita pelo município do Recife, não perdendo, portanto, a característica de um “bem público”.

    De acordo com Moraes, o Arruda também estaria incólume devido a um acordo prévio do Santa Cruz com a Justiça do Trabalho. “Parcelamos os nossos débitos passados no Refis IV, do Governo Federal”, garantiu. As “instalações do estádio” acabaram sendo avaliadas em quase R$ 31 milhões, com lances

    Dou lapada no Sport, na Globo e em Dudu Malvadeza, quem tem coragem de peitar a Maior do Nordeste. Eu não quero jogar na arena e pronto! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    chupa que de uva

    Publicar uma Resposta
    • Eles pensando que fazendo pressão o santa cruz
      Vai jogar na arena kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Dou lapada no Sport, na Globo e em Dudu Malvadeza, quem tem coragem de peitar a Maior do Nordeste. Eu não quero jogar na arena e pronto! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      chupa que de uva

      Publicar uma Resposta
  10. Li esse texto na Folha de São Paulo.

    Acho que domingo seria uma boa ocasião de promover um abraço ao nosso Estádio.

    Publicar uma Resposta
  11. Acredito que o presidente ALN e diretoria pisou na bola com relação aos preços dos ingressos do jogo de Domingo.

    Ao meu ver deveria ser preços promocionais.

    R$ 10,00 e R$ 20,00

    Se não vejamos: Jogo morno, Santa Cruz quase classificado, o jogo vai ser transmitido, isso vai tirar público.

    Publicar uma Resposta
  12. QDO DUDU ESCOLHEU A ARENA AO INVE DE REFORMAR NOSSOS ESTADIOS

    PERDEU MEU VOTO

    TRICOLOR NAO VOTA EM EDUARDO

    Publicar uma Resposta
  13. Vcs sabiam que Xico Sá é rubro-negro? Ele declarou isso uma vez no sportv.

    Publicar uma Resposta
  14. A torcida não quis que o time jogasse na Arena, mas, só comprou até agora 10 mil + 15 TCN.
    A oferta para jogar na Arena foi de 1Milhão!!!

    Será que foi um bom negócio ter recusado?
    Futebol tem que ser profissional, e não só e feito de emoção, pois, a razão não pode ficar de lado!!!!

    Publicar uma Resposta
  15. Vendo o jg do icasa e notei que o edtadio tem letreiro como placar e no arruda nem placar manual temos.

    Publicar uma Resposta
  16. O Paraná vem como franco atirado o goleiro titular do
    Paraná tomou mais de 10 chopp dado também isso
    Ontem no restaurante camarada de boa viagem
    Ai fiquei pensando e o jogo da vida da coisa o Paraná
    Com 4 meses de salários atrasados eu não duvido nada
    Se a coisa não compra esse jogo já que o Paraná não
    Sobe nem desse pois em plena quinta feira das 21 horas
    As 00:30 a hora que meu marido saiu do restaurante
    Eles bebendo já que sábado tem jogo mais só tava
    Dado e 3 diretores e dois jogadores não foi o time
    Todo atento ao jogo amanha vamos ver se rolou
    Dinheiro ou não

    Publicar uma Resposta
    • Gessica,

      Em nome da gramática portuguesa, coloca virgula para separar os elementos da frase.

      Aurélio agradece.

      Publicar uma Resposta
  17. O Paraná vai ganha mala branca da coisa ou mala preta
    Dos concorrentes?

    Publicar uma Resposta
  18. Paraná joga a toalha: “só nos resta cumprir tabela

    Sem vencer há cinco rodadas, o Paraná admitiu que deu adeus à chance do acesso. Após a derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, na última terça-feira, na Vila Capanema, o técnico Dado Cavalcanti reconheceu que o time paranaense está fora da briga por uma vaga à Série A, embora ainda tenha chances matemáticas.

    Na opinião do treinador, uma série de fatores fez o time fracassar no momento decisivo da competição. “Não é possível apontar um motivo específico. Nosso momento ruim durou um turno inteiro e, assim, a frustração foi aumentando de jogo a jogo”, analisou o comandante. “Em alguns momentos faltou qualidade; em outros faltou competência, maturidade e humildade”, complementou.

    Para se ter ideia, o Paraná terminou o primeiro turno na terceira colocação. Já no returno o time desandou, sendo até aqui o 18º. Assim o time despencou na tabela de classificação. Na abertura dp segundo turno, quando venceu o ABC-RN em casa, a equipe abriu oito pontos de vantagem para o quinto colocado. Hoje o clube paranaense é apenas o décimo, cinco atrás do G-4.

    “Agora só nos resta cumprir a tabela com profissionalismo, como sempre fizemos, e buscar somar mais pontos e realizar a melhor campanha do Paraná na Série B nos últimos anos”, declarou Dado Cavalcanti.

    Publicar uma Resposta
  19. Géssica, por acaso o nome de seu marido é Maiela?

    Publicar uma Resposta
    • não nada ver kkkkkkkkkkkk
      meu marido e garçom do
      camarada de boa viagem

      Publicar uma Resposta
  20. Tá difícil heim!!!
    Além de reter meus comentários, agora os mesmos são excluídos??

    Tô fora!!!!

    Publicar uma Resposta
  21. No país de Caça Rato os Rousseff, os Campos e os Neves estão cagando e andando para os meninos que nadam no esgoto.

    Publicar uma Resposta
  22. SOBRE O TEXTO

    Assisti algumas vezes o Xico Sá no programa saia-justa, onde ele não compromete como jornalista. Embora, pessoalmente, penso que o ator Eduardo Moscovis tem melhores argumentos e mais sensibilidade com a causa feminina.

    Neste texto, Xico Sá faz um paralelo quanto às origens sociais de Caça-Rato, resgatado da pobreza pelo futebol, ao contrário do garoto COM NOME DE JORNALISTA FAMOSO, Paulo Henrique, de 9 anos. É um texto que EXTERNAMENTE demonstra muita ERUDIÇÃO ao, por exemplo, citar Zygmunt Bauman, Josué de Castro, Kafka, Chico Science e assim por diante. Mas, ERUDIÇÃO é uma palavra que exige cuidado. Num primeiro sentido, o EXTERNO, ela pode não passar de uma COLCHA DE CITAÇÕES, que tenta mascarar a superficialidade de um texto em que, sem elas, as tais citações, se diz muito pouco ou a tese não se sustenta. Este último caso é bastante comum em dissertações de mestrado e teses de doutorado. Num outro sentido, o INTERNO, a erudição ataca o problema pela raiz, o que se diz de um autor, que ele é radical, por mostrar uma face da realidade que poucos tem capacidade intelectual ou coragem para tanto.

    Capacidade intelectual para mostrar a miséria do País de Caça-Rato, Xico-Sá mostrou que tem. Mas, ELE NÃO FOI A RAIZ DO PROBLEMA, como o foram os TAMBÉM JORNALISTAS Ugo Giorgetti, como alguns comentaristas mostraram anteriormente e Mauro Cezar como demonstrou aí em cima o Samuel de Maceió. Ele triscou na questão das arenas e não falou nada sobre a rede globo como agente financeiro degradante do futebol brasileiro. No Primeiro caso, a miséria no entorno do canal do arruda é consequência da opção errada do poder público em investir nas ARENAS. O Brasil está gastando para realizar esta copa de 2014 mais dinheiro que o SOMADO pelo gastos de Alemanha(2006), Japão/Coréia(2002) e Espanha(2010). Quem tiver dúvidas vá no Google e coloque como argumento de pesquisa: “copa no Brasil custa mais caro que as três últimas edições”. No segundo caso, A NÃO REGULAMENTAÇÃO, por parte do poder público, das cotas financeiras do direito de imagem. Isso permitiu a REDE GLOBO DE TELEVISÃO criar um oligopólio de clubes(os 4 do RJ, os 4 de SP, os 2 do RS e os 2 de MG) que podem ser campeões e uma reserva técnica de servidores de cafezinho(guiás, cachorra, derrota, baía, atrético e Curitiba) para evitar o rebaixamento de um daqueles doze do primeiro escalão. Ou seja, a REDE GLOBO DE TELEVISÃO atualmente mantém uma SOCIEDADE DE CASTAS no futebol brasileiro.

    Grandes clubes do futebol brasileiro, entre eles o Santa Cruz, ESTÃO NO RATO. E isso o texto do Sr. Xico Sá não tocou nem pela tangente. Obviamente, não vou creditar tal opção ao fato de ele ser torcedor declarado de um GLOBO B, como a cachorra de peruca ou de um GLOBO A como o santos. Quem tiver dúvidas vá ao Google e coloque: “blog do torcedor xico Sá papo de boleiro”. Tem um artigo de 2011 que demonstra isso. Não é evidentemente por este motivo. Mas eu gostaria de saber o porquê de um jornalista da visibilidade do Xico Sá sequer tocar neste assunto.

    SOBRE O TIME

    Manter a humildade e seriedade diante do Luverdense. Não aceitar provocações dos jogadores deles e nada de discutir com o juiz. O Vica poderia colocar o Dênis Marques mais cedo, se realmente quiser ganhar o título. Motivo: Ele precisa ganhar ritmo de jogo.

    Rumo ao título da série C.

    Saudações Corais a Todos.

    Publicar uma Resposta
    • Xico Sá é integrante atualmente de um programa semanal na tv globo! Isso deve explicar muita coisa.

      Publicar uma Resposta
  23. Prezados amigos Tricolores, daqui a pouco estarei viajando a trabalho, uma viagem de última hora. Mas, onde estiver estarei torcendo e muito pelo nosso Santa no jogo de amanhã. Obviamente, no vôo de logo mais estarei vestindo o manto coral.

    Quero ser campeão sim da “C”.

    Dá-lhe Santa !!!

    Publicar uma Resposta

Submeter um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *